Com Brasil na disputa, FIFA definirá país-sede da próxima Copa do Mundo em 25 de junho

Com Brasil na disputa, FIFA definirá país-sede da próxima Copa do Mundo em 25 de junho

19 de maio de 2020 0 Por Jogando Com Elas

(Foto: Divulgação / FIFA)

 

Ainda estão na disputa Austrália e Nova Zelândia, que participam juntos, Colômbia e também o Japão.

 

Em razão dos impactos causados pela pandemia de covid-19, a FIFA, entidade máxima do futebol mundial, emitiu nota oficial para comunicar o adiamento da escolha do país-sede da próxima Copa do Mundo de Futebol Feminino, a ser realizada em 2023. A reunião, antes prevista para ocorrer no início de junho, em Adis Abeba, capital da Etiópia, agora irá ocorrer no dia 25 do mesmo mês, mas por meio de videoconferência. 

Considerada pela própria entidade como a licitação mais competitiva da história para sediar uma Copa do Mundo da modalidade, Brasil, Austrália e Nova Zelândia (que enviaram proposta em conjunto), Colômbia e Japão participam da disputa. Com as propostas já apresentadas ao Conselho da FIFA, as federações aguardam pela decisão, que será definida em um processo de votação aberta, com o resultado dos votos se tornando público através do site FIFA.com. Ainda como parte do processo, a FIFA deverá divulgar, também no início do próximo mês, o relatório final das visitas a locais específicos, bem como reuniões de trabalho com os comitês de licitação, que foram realizadas durante o período de final de janeiro e ao longo de fevereiro. 

“A FIFA continua comprometida com a implementação do processo de licitação mais abrangente, objetivo e transparente da história da Copa do Mundo Feminina da FIFA. Isso faz parte do nosso compromisso geral com o futebol feminino que, entre outras coisas, fará com que a FIFA invista US $ 1 bilhão em futebol feminino durante o ciclo atual ”, disse a secretária geral da FIFA, Fatma Samoura.

 

“Brazilian Woman Power”  

Em busca de conquistar a ainda inédita taça do principal torneio da modalidade, assim como parte do processo de investimento e reestruturação do futebol feminino no país, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) apresentou os dois documentos solicitados pela a FIFA – a licitação, composto por 130 páginas, e o sumário executivo, que têm 66. Intitulado de “Brazilian Woman Power” (“Poder da Mulher Brasileira), os conteúdos exibem, de forma detalhada, desde as cidades-sedes, informando suas infraestruturas e curiosidades, até os estádios onde serão realizadas as partidas e centros de treinamentos disponíveis para as seleções que estarão na competição – 32 neste novo formato que passará a ser adotado na edição de 2023. 

 

Confira as cidades, estádios e centros de treinamentos: 

Cidade Estádio Centros de Treinamentos
Belo Horizonte (MG) Mineirão Sesc Venda Nova
Toca da Raposa I
CT Lanna Drumond
Cidade do Galo
Brasília (DF) Mané Garrincha CT do Braziliense
Estádio Bezerrão
Estádio Abadião
CECAF
Manaus (AM) Arena Amazônia Estádio Coroado
Estádio Colina
SESI
CT 3B
Porto Alegre (RS) Beira-Rio Arena do Grêmio
CT Presidente Luiz Carvalho
CT Parque Gigante
SESC-RS
Recife (PB) Arena Pernambuco CT do Sport CR
Estádio Aflitos
CT do Retrô
CT do Náutico
Rio de Janeiro (RJ) Maracanã Estádio Nilton Santos
Estádio São Januário
EsEFEx
CT do Fluminense
Salvador (BA) Arena Fonte Nova Estádio Barradão
CT do Vitória
CT do Bahia
Estádio Pituaçu
São Paulo (SP) Arena Corinthians CCT Barra Funda
CT do Palmeiras
Estádio Pacaembu
Estádio Morumbi

 

Acesse, também, as propostas dos outros países: 

Austrália e Nova Zelândia | Licitação e Sumário executivo
Colômbia | Licitação e Sumário executivo
Japão | Licitação  e Sumário executivo