Evolução e experiência no campo: conheça Daniele Batista, atacante do Fluminense.

Evolução e experiência no campo: conheça Daniele Batista, atacante do Fluminense.

4 de dezembro de 2019 0 Por Jogando Com Elas

(Foto: Mailson Santana/Fluminense)

 

Em entrevista ao Jogando com Elas, Daniele falou sobre sua carreira e o atual momento no Fluminense.

 

Certa de seu sonho desde pequena, Daniele dos Santos de Paula Batista, natural do Rio de Janeiro e atual atacante do Fluminense, é uma guerreira dentro e fora de campo. Quando criança, a quadra de futebol da rua era a sua segunda casa, e não demorou para a oportunidade de fazer um teste em um time carioca, bater na porta. Com o apoio incondicional da família, aos 17 anos ela iniciava sua carreira esportiva no Vasco da Gama. 

Das telas veio a inspiração para trilhar a jornada como jogadora da Seleção Brasileira, assistindo Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho e Romário. Na prática, já que na época, não possuía referência feminina na televisão, a ação para tornar-se uma. As trocas de passes, os gols e a experiência adquirida, levaram a atacante a trilhar sua carreira em um caminho natural, inclusive com passagens pela Seleção Brasileira, em 2007. “Chegar à Seleção sempre foi um sonho e um desejo íntimo muito forte. Poder desfrutar daquele ambiente com jogadoras tão importantes e qualificadas foi um grande momento”, afirmou.

Mailson Santana/Fluminense

 

Com maestria, acompanhou e acompanha a evolução do futebol feminino a nível nacional e mundial. E, além das mudanças significativas para as novas gerações, principalmente a partir deste ano, um dos pontos ressaltados por ela é a transformação nas comissões técnicas, totalmente preparadas com médicos(as), fisioterapeutas, preparadores físicos, analistas de desempenho, fisiologistas e auxiliares técnicos.

 

Fluminense: o atual momento

Referência dentro de campo para as meninas mais jovens da equipe do Fluminense, Dani ressalta a importância deste papel: “Fico muito feliz em ser uma das mais experientes do grupo, porque posso passar a minha experiência para as meninas mais jovens e contribuir de alguma maneira para o desenvolvimento delas. Os títulos, além de terem um espaço reservado nas prateleiras, são o reflexo das vivências na carreira da jogadora, possuindo um valor afetivo muito grande e servindo de inspiração para os próximos passos no cenário futebolístico.

Com o final de ano se aproximando, a retrospectiva sobre o atual momento do Flu, é certeira. Apesar do time não ter garantido o acesso para a série A1 em 2020, Dani reconhece positivamente a campanha feita pela equipe, que foi derrotada apenas por Grêmio e Cruzeiro. “Alguns fatores externos influenciaram diretamente as chances de acesso que tínhamos, mas pensando na nossa campanha, para os primeiros seis meses de trabalho, foi uma campanha muito positiva”. 

Mailson Santana/Fluminense

 

Já no Campeonato Carioca, onde acabaram ficando com vice-campeonato, perdendo para o Flamengo por 4 a 1 no placar final, a carioca afirma que o Fluminense se destacou durante a competição e deu trabalho para os adversários. “Fizemos uma excelente campanha dificultando a vida do Flamengo nos dois jogos da final, mas existe uma discrepância de investimento entre as duas equipes que tem reflexo direto no desempenho em campo”. 

Ela ainda completou afirmando que no próximo ano, com o espaço para o aperfeiçoamento e a colocação de ideias na prática, a equipe possui todas as possibilidades para garantir o acesso e brigar novamente pelo título estadual.