Ferroviária vence Corinthians e é a primeira equipe bicampeã do Brasileirão.

Ferroviária vence Corinthians e é a primeira equipe bicampeã do Brasileirão.

29 de setembro de 2019 0 Por Jogando Com Elas

(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

 

Equipe de Araraquara foi campeã nos pênaltis, após empates nos dois confrontos.

 

Corinthians e Ferroviária decidiram, na tarde deste domingo (29), o Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino Série A1. Em duelo equilibrado, que ocorreu no Parque São Jorge, em São Paulo, as Guerreiras Grenás levaram a melhor, ao bater, nos pênaltis, as alvinegras. Com a conquista, a equipe de Araraquara é a primeira a ser bicampeã nacional. 

Valia o título da principal competição brasileira da categoria. Para Corinthians e Ferroviária, além do bicampeonato que estava em jogo, era também a consolidação de dois belos trabalhos que estão sendo realizados ao longo de 2019. De um lado, a equipe de Arthur Elias, do outro, as comandadas de Tatiele Silveira. E o que pôde se ver durante a decisão foi a comprovação da qualidade tática e técnica. 

Após o empate em 1 a 1 no confronto de ida, a expectativa para a partida de volta era grande. A Fazendinha, casa das alvinegras, estava lotada. O dia colaborou. E as jogadoras de ambas as equipes cumpriram o que se esperava: uma final eletrizante, com belas jogadas, chances de gols e com muita emoção. 

O Jogo

Lucas Figueiredo/CBF

Apesar de não ter saído gols na primeira etapa, o que não faltou foram lances emocionantes. Em um duelo muito equilibrado, Corinthians e Ferroviária construíram, ao longo dos primeiros 45 minutos, grandes oportunidades e que, só não foram convertidas em bolas na rede, devido ao brilhantismo de Lelê e Luciana. As goleiras do Timão e Ferrinha pegaram tudo, fazendo com que as equipes fossem zeradas para o intervalo. 

No segundo tempo, o Corinthians voltou do vestiário em cima, impondo o seu ritmo e foi assim ao longo de toda a etapa complementar. O Timão foi superior, criou chances, mas não as transformou em gols. A Ferroviária, por sua vez, conseguiu segurar as adversárias. As Guerreiras Grenás souberam atuar defensivamente e tiveram êxito em sua estratégia: levar o confronto para os pênaltis. Assim, após dois empates – em 1 a 1 no confronto de ida e 0 a 0 na volta, a decisão foi para a marca da cal. 

Pênaltis

Lucas Figueiredo/CBF

Nos pênaltis, a responsabilidade de começar batendo, ficou para as corintianas: Victoria Albuquerque não titubeou e inaugurou o marcador. Para o lado da equipe de Araraquara, Luana deixou tudo igual. 

Em seguida, a capitã do Timão, Gabi Zanotti cobrou e fez. 2 a 1. A craque da Locomotiva, Aline Milene também bateu e fez, mantendo o empate nas cobranças. 

Na terceira série de cobrança, a estrela de Luciana, goleira da Ferroviária, brilhou novamente. A arqueira pegou o pênalti da lateral-esquerda, Tamires. Pelas Guerreiras Grenás, Andreia foi para a cobrança e converteu.

Abrindo a quarta e que seria a última cobrança, Ingryd, que entrou no decorrer da partida, bateu para fora. Coube, portanto, à Géssica bater e dar o título do brasileirão para a sua equipe. 

Com o título, a Ferroviária conquistou o seu bicampeonato (o primeiro havia sido em 2014). Nesta temporada, na competição, a Locomotiva teve a seguinte campanha: foram 21 jogos, com 7 vitórias, 9 empates e 5 derrotas. Ao todo, a equipe marcou 26 gols e sofreu 14, ficando com o saldo positivo de 12 tentos.