Grêmio fortalece o elenco e aposta todas as fichas em 2020

Grêmio fortalece o elenco e aposta todas as fichas em 2020

31 de janeiro de 2020 0 Por Jogando Com Elas

(Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

 

Série A1 do Brasileirão é realidade e principal competição para o tricolor gaúcho neste ano.

 

Novo ano, novas metas. Para as Gurias Gremistas o ditado não é diferente. Após dois anos na série A2 do Campeonato Brasileiro, o tricolor garantiu acesso à elite nacional e tem, em 2020, grandes desafios pela frente. Logo no início deste ano, o Grêmio não renovou o contrato de um grande número de atletas e preferiu apostar em novas peças para a atual temporada. 

Visando mais experiência e destaques para a disputa do Brasileirão A1 e também do Gauchão, o Grêmio reformulou boa parte do plantel, afirmando que a competitividade é o principal fator que impulsionará as Gurias Gremistas em 2020 e de que este será o caminho para que as metas possam ser cumpridas. 

Confira, agora, como o tricolor gaúcho chega para as disputas de 2020. O clube, será mais um em que o Jogando Com Elas cobrirá ao longo do ano. 

(Foto: Jéssica Maldonado / Grêmio FBPA)

 

Fator local

A casa do futebol feminino tricolor seguirá sendo o estádio Vieirão, em Gravataí, que inclusive passou por reformas para melhor atender as jogadoras. Além de ser palco das disputas da série A1 do Brasileirão e Gauchão, o local também serve de alojamento para o elenco tricolor. E no momento, recebe a pré-temporada das gurias gremistas, em uma rotina intensa de treinamentos e preparação para a temporada que está prestes a se iniciar. 

 

Aumento do orçamento

Após o balanço anual de 2019, o diretor de futebol feminino do Grêmio, Yura, afirmou que para o novo ano a estrutura será planejada de acordo com as apostas nas competições. Segundo o dirigente, o clube investiu aproximadamente R$ 90 mil mensais. A ideia para o ano atual é aumentar para algo em torno de R$ 130 mil a R$ 150 mil.

(Foto: Divulgação / Grêmio FBPA)

 

2019 foi bom; 2020 terá que ser melhor 

O objetivo de subir para a principal competição do futebol feminino do Brasil foi atingida em 2019. Mesmo sem conquistar o título do Brasileirão A2, o Grêmio, por ter chegado à semifinal da competição, garantiu sua vaga. Mas agora, além de estar entre os melhores clubes e se afirmar entre eles, o tricolor gaúcho buscará se destacar. 

 

Novos reforços, novos objetivos

Se a meta é fortalecer o elenco e brigar por coisas boas, contratar é o verbo do momento. O Grêmio já anunciou alguns reforços para o ano de 2020, confira: 

 

Meia-atacante, Jane

(Foto: Jéssica Maldonado / Grêmio FBPA)

Natural do Rio de Janeiro, Jane iniciou sua carreira futebolística em 2011, no Vasco da Gama. Em seu currículo ainda soma passagens por Botafogo, Flamengo e Atlético-MG. E já que estamos falando de conquistas, a meia-atacante chega com uma bela bagagem para somar ao tricolor gaúcho: foi campeã da 6ª e 11ª edição dos Jogos Mundiais Militares, realizados nas cidades de Mungyeong, na Coréia do Sul em 2015 e no Texas, nos Estados Unidos, em 2018. Também conquistou os Campeonatos Estaduais dos anos de 2012, 2013, 2014, 2015 e 2018 e o Campeonato Brasileiro A1, em 2016.

 

Meio-campo, Kika

(Foto: Jéssica Maldonado / Grêmio FBPA)

Kimberlly Damares Brandino, foi anunciada como uma possibilidade no meio-campo do time tricolor. Natural de São Paulo, Kika iniciou no futebol com 16 anos, no São José. Em 2014, fez parte da Portuguesa e no ano seguinte, consolidou sua carreira no futsal. Em 2015 e 2016 atuou nas equipes do Velo Clube e AFFFA|Araras. Logo retornou ao gramados, vestindo as camisas de Portuguesa e Internacional, respectivamente.

 

Goleira, Raissa

(Foto: Jéssica Maldonado / Grêmio FBPA)

A defesa também se fez presente nos reforços anunciados. A mineira Raissa do Amaral, brilha no campo desde 2011. Já passou pelo Atlético-MG, ASCOOP-DF, Neves-MG e Rio Preto. Em 2017 atuou fora do país, pelos times Kiryat Gat e Hapoel Be’er Sheva, ambos de Israel. No ano passado vestiu a camisa do time que irá disputar a primeira partida contra o Grêmio no Brasileirão A1, o Minas Icesp.

Conquistas também não são um problema para ela. Raíssa soma os títulos de Campeã Brasileira (2015), Campeã Mineira (2011 e 2012), Campeã Paulista (2016 e 2017) e da Liga Israelense (2017 e 2018).

 

Zagueira, Andressa

(Foto: Jéssica Maldonado / Grêmio FBPA)

Com 20 anos, Andressa Pereira é destaque nos reforços das Gurias Gremistas. Com atuações por Flamengo e Vitória de Santo Antão, a atleta é referência de experiência na Seleção Brasileira de base, títulos estaduais e experiência em campeonatos nacionais e internacionais.

Além disso, Dessinha conquistou o título estadual duas vezes no clube carioca, além dos Jogos Militares. A atleta ainda soma experiências no Campeonato Brasileiro, chegando ao terceiro lugar na temporada passada e nas Olimpíadas Militares.

 

Lateral-esquerda, Rebeca

(Foto: Jéssica Maldonado / Grêmio FBPA)

Aos 27 anos, a lateral-esquerda Rebeca Nascimento, é destaque pela sua velocidade, agilidade e cruzamento. Iniciou sua carreira em 2014 pelo Taubaté. Fez parte do Portuguesa, Sport, 3B da Amazônia e Palmeiras. Suas conquistas foram dois campeonatos pernambucanos e uma copa nordeste.

 

Jogadoras que não renovaram

Mas, além das contratações, também houve saídas. O Grêmio foi um dos clubes que mais dispensou jogadoras. Ao todo, foram 14 atletas que não tiveram seus vínculos renovados com o tricolor gaúcho. A decisão de enxugar o elenco (um dos maiores da última temporada), segundo a direção, foi para torná-lo mais competitivo. 

As jogadoras que não permaneceram são: Andressinha, Bicê Barbosa, Gabizinha, Geo, Juju, Kethleen, Luíza Farinon, Mary, Rafa Ancheta, Renata May, Taba, Thais, Thayanne e Thayla.

E é deste jeito que o Grêmio iniciará a busca pelo seu primeiro título nacional, desde que a categoria foi retomada no clube. O Gauchão, no segundo semestre, também é objetivo para voltar a ser campeão estadual.