Mercado de transferências começa agitado.

Mercado de transferências começa agitado.

22 de dezembro de 2019 0 Por Jogando Com Elas

(Foto: Jogando Com Elas)

 

Clubes já iniciaram planejamento para o próximo ano.

 

O calendário do futebol feminino já terminou em 2019. Após um ano cheio, com a implementação de novas competições e reestruturação de outras que já eram disputadas, a bola parou de rolar para que mercado de transferências pudesse ganhar o protagonismo. 

Quem sai? Quem fica? Quem chega? – são as principais dúvidas que dirigentes, atletas e torcedores dos clubes têm nessa época de pós-temporada. E para manter os interessados no assunto informados, o JCE trará semanalmente, aos domingos, toda a movimentação de contratações, renovações e dispensas. 

 

Confira o que já ocorreu no mercadão da bola:

 

Ferroviária

A Ferroviária não perdeu tempo e renovou o contrato com a grande maioria das jogadoras que estiveram presentes no título do Campeonato Brasileiro Série A1 e no vice da Copa Libertadores. É o caso das craques Aline Milene, Rafa Mineira e Luciana. Outros nomes que também permanecerão no elenco são: Luana, Gessica, Barrinha, Rafa Andrade, Carol Tavares, Ludmila e Adriana Nene. Por fim, houve, ainda, a troca da coordenadora de futebol – saiu Ana Lorena Marche e chegou Carol Melo. 

Ferroviária

Carol Melo, nova coordenadora do time feminino da Ferroviária. (Foto: Reprodução / Ferroviária)

 

Corinthians

O Corinthians, por enquanto, ainda não anunciou a contratação de nenhuma jogadora para se juntar ao grupo campeão da Libertadores. Até agora, a única movimentação feita pelo time alvinegro foi a renovação com técnico Arthur Elias.

Futebol

Imagem divulgada pelo Timão para anunciar a renovação de Arthur Elias. (Foto: Reprodução / Corinthians)

 

Santos

As Sereias da Vila também não estão agitando o mercado da bola. Sem contratar ninguém, o Santos ainda perdeu a craque da equipe: Maurine, ex-seleção brasileira, que atuou no clube entre 2008-2011 e 2016-2019, não ficará para o próximo ano.  

Santos

Maurine anunciando sua saída da equipe santista em seu Instagram pessoal.

 

Avaí/Kindermann

O clube catarinense, que chegou até a semifinal no Brasileirão A1 este ano, confirmou a contratação de Letícia Silva – Lelê. A jogadora estava na China, e retorna ao Brasil depois de uma temporada no país asiático. Em 2018, ela foi eleita a melhor atacante do Campeonato Brasileiro. 

Avai

Lelê em ação pelo Rio Preto, em 2018.

 

Internacional

O Internacional, que ao longo do ano foi ao mercado se reforçar, até agora, apenas reestrutura o elenco. Ao todo, foram 11 atletas que não tiveram seus contratos renovados e deixam o clube. Veja a lista:  Baiana, Camila Duarte, Camila Rodrigues, Fernanda, Flavinha, Gabi Batista, Ilana, Kika, Mariana Stefani, Moretti e Mylena. Há ainda, contudo, boatos de que Djenifer Becker e Bianca Brasil assinarão com o clube gaúcho (o que está praticamente certo), mas nada foi oficializado.

Futebol

Postagem oficial da equipe anunciando a saída das atletas. (Foto: Reprodução / Internacional)

 

Grêmio

O tricolor gaúcho, que estará na elite do futebol nacional em 2020, já começa a se planejar. O clube dispensou boa parte das atletas que estiveram no grupo nesta temporada. Taba, Luiza, Thayanne, Thais, Thayla, Rafa Ancheta e Andressa Lodi não ficarão no Grêmio para a disputa das competições no ano seguinte. 

Grêmio

Anúncio de Taba, ex-jogadora do Grêmio, em seu Instagram pessoal.

 

São Paulo

Campeão Brasileiro da Série A2, o São Paulo está trabalhando para manter algumas jogadoras na equipe em 2020 e ao mesmo tempo rescindindo com outras. No grupo que ficará no clube estão: Jaqueline, Yaya, Ellen, Carla, Giovana, Thais Regina e Roberta. Já Valéria, Rayane, Zizi, Otti, Chaiane, Lary Rocha, Brenda e Dyeniffer não renovaram e já se despediram do tricolor paulista. 

São Paulo

Yaya renovou com o Tricolor Paulista até 2021. (Foto: Igor Amorim / saopaulofc.net)

 

*As informações foram extraídas de anúncios oficiais dos clubes ou em contato com suas assessorias, e através da divulgação das próprias jogadoras.