Mulheres iranianas assistem livremente pela primeira vez uma partida de futebol em estádio.

11 de outubro de 2019 0 Por Jogando Com Elas

(Foto: Atta Kenare / AFP)

 

Ato histórico aconteceu após intervenção direta da FIFA.

 

O dia 10 de outubro de 2019 ficará eternizado na história da República Islâmica do Irã. Isto porque, pela primeira vez em 40 anos, mulheres puderam ir e assistir livremente uma partida de futebol no estádio. O fato aconteceu após a FIFA intervir e ameaçar suspender o país do Oriente Médio devido às suas restrições impostas. 

Entusiasmadas, algumas utilizavam chapéus festivos, outras estavam com o rosto pintado nas cores da bandeira nacional, ou a colocavam (a bandeira) sobre a cabeça e ombros. Fato é que as cerca de 4.500 torcedoras que ocuparam um pequeno setor do maior Estádio do Irã, Azadi de Teerã, ao ecoar cânticos, comemorar gols e esbanjar sorrisos, evidenciavam a alegria pelo dia de glória presenciado. 

A decisão foi motivada após a trágica morte de Sahar Khodayari, que ateou fogo em si mesma diante de um tribunal ao ser julgada por assistir a uma partida entre dois clubes do país. Com o fatídico caso, a FIFA resolveu agir e ordenou que o Irã permitisse o acesso das mulheres aos estádios sem restrições e em quantidades determinadas pela demanda dos locais dos confrontos.

Irã

(Foto: Atta Kenare / AFP)

 

Esta não foi a primeira vez que mulheres puderam assistir uma partida de futebol no Irã, contudo, o fato de terem a liberdade para comprar ingressos é inédito. Em outras oportunidades, as torcedoras que estiveram presentes em jogos, foram cuidadosamente selecionadas pelas autoridades.

Dentro de campo, em partida válida pelas eliminatórias asiáticas para a Copa do Mundo de 2022, a seleção da casa goleou o Camboja por 14 a 0 e se manteve na liderança do grupo C.

(Créditos: Maryam Papi)