Pia Sundhage aponta desempenho como forma de igualar salários no futebol.

Pia Sundhage aponta desempenho como forma de igualar salários no futebol.

20 de agosto de 2019 0 Por Jogando Com Elas

(Foto: CBF)

 

Nova treinadora brasileira falou sobre a questão salarial envolvendo mulheres e homens no mundo da bola.

 

Pia Sundhage acredita que precisa existir uma forma que iguale os salários do futebol feminino ao masculino. Em entrevista realizada nesta terça-feira, a técnica sueca falou sobre essa questão após convocar 23 nomes que farão alguns amistosos pelo Brasil no final do mês.

Pia destacou que realmente é necessário que as jogadoras ganhem tanto quanto os jogadores, mas frisou que agora o momento é de pensar no desempenho da Seleção dentro de campo. Se dentro das quatro linhas o Brasil atuar bem, a questão salarial pode vir a ser mais fácil de resolver segundo a treinadora.

“O pagamento igualitário é importante e uma das razões pelas quais estou sentada aqui é que as pessoas pensaram nisso. Eu sou muito boa em focar naquilo que posso mudar. Aceitei essa posição e a próxima etapa vai ser criar uma equipe vencedora. É o melhor que posso fazer quando a gente fala de “equal pay”. Existem outras pessoas que são melhores. Eu não sou política, sou treinadora de futebol. Apoio 100%, mas quando discuto algumas coisas prefiro falar sobre mudar nosso plano de ataque e etc. Se fizermos o nosso trabalho vai ser mais fácil falar sobre os ganhos femininos. É importante ser igualitário. Quando comecei a jogar tinha 6 anos. Não me deixavam jogar porque era para meninos. E agora estou aqui sentada no que acredito que possa ser um dos melhores times do mundo”, disse Pia.

Os primeiros testes de Pia serão no final deste mês. A treinadora irá comandar a Seleção Brasileira no Torneio Uber Internacional. A competição acontecerá do dia 26 de agosto até o dia 3 de setembro.