Quem levará o título do Gauchão 2019?

Quem levará o título do Gauchão 2019?

30 de novembro de 2019 0 Por Jogando Com Elas

(Foto: Jéssica Maldonado / Grêmio FBPA | Mariana Capra / S.C. Internacional)

 

Inter e Grêmio fazem a grande final neste domingo (1).

 

Mais um Campeonato Gaúcho de Futebol Feminino está chegando ao fim. Neste domingo (1), a partir das 16h, conheceremos o grande campeão da edição 2019 e, como já é costume, a partida que definirá o melhor clube do Estado será um Gre-Nal. Após campanhas indiscutíveis, as dois equipes chegam na final em condições praticamente iguais, já que dominaram a competição do início ao fim. Diferente dos anos anteriores, o Gauchão 2019 tem uma diferença na final: partida única, no estádio 19 de Outubro, em Ijuí.

Para destacar esta grande decisão, o JCE traz como foram as campanhas das duas equipes, com entrevistas exclusivas das treinadoras e jogadoras da dupla. Confira!

 

Grêmio

Ao longo do torneio, as Gurias Gremistas jogaram 11 partidas, com 9 vitórias, 1 empate e 1 derrota, alcançando 84,8% de aproveitamento. A equipe marcou 61 gols, sofrendo apenas 6. A comandante da equipe, Patricia Gusmão, destacou a qualidade da equipe adversária, mas também mostrou confiança no seu elenco. “Sabemos da qualidade do adversário, de toda a estrutura que é oferecida, mas também temos uma estrutura muito boa e jogadoras importantes, e nesse segundo jogo a gente já pôde mostrar isso. Com certeza a gente vai fazer de tudo para entrar em campo e executar o que precisamos para vencer essa partida”, declarou Patricia.

Sobre jogo único na final, a treinadora gremista comentou os pontos negativos e positivos da decisão da Federação Gaúcha de Futebol. “Eu vejo a final única de maneira positiva, como um fato novo dentro da competição, pois em vez de se preparar para dois jogos, se acaba focando tudo em um só. Até porque as equipes já se enfrentaram duas vezes, e nada melhor que mais uma partida para definir a competição. O único fato que eu vejo como negativo, é ser tão distante da Capital. Talvez, se fosse mais próximo, a gente poderia contar com o público que nos acompanhou durante todo o ano”.

Grêmio

(Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

 

Karol Lins

A atacante gremista Karol Lins, que chegou neste ano na equipe gaúcha, já caiu nas graças da torcida por sua dedicação e seus gols dentro das quatro linhas. Em entrevista ao JCE, ela também comentou sobre a decisão em partida única. “O pensamento continua o mesmo, jogar com a ideia única de “vitória”. Nada mais importa do que isso. Seguimos trabalhando forte para poder ter um ótimo desempenho na partida”. Perguntada sobre ter um favorito para o título, ela disse que a equipe que entrar mais preparada, levará o troféu para casa.

Atacante

(Foto: Jéssica Maldonado / Grêmio FBPA)

 

Internacional

Assim como as rivais, as Gurias Coloradas fizeram uma campanha praticamente perfeita, com 10 vitórias e 1 empate, em 11 partidas. Com um aproveitamento de quase 94%, 102 gols marcados e nenhum sofrido, as coloradas chegam com moral para a final mas, assim como o lado gremista, a treinadora Camilla Orlando, que comandou a equipe na semifinal e o time Sub-18, disse não ter um favorito para a decisão. “Eu não acredito que exista um favorito. Acho que a final é um jogo de detalhes, que é decidido ali dentro de campo. Então essa final não poderia ser diferente, ainda mais com um grande clássico do futebol, como o Gre-Nal”.

A comandante, que treinou a equipe Sub-18 na conquista do Brasileirão da categoria, comentou sobre a diferença de treinar a equipe principal e a categoria de base. “Eu acredito que não tenha muita diferença, porque final é final. É decidido no detalhe, é decidido na equipe que está mais concentrada, mais preparada, na equipe que estudou mais o adversário. Mas o que eu acho que muda, talvez, seja a responsabilidade, né?! A equipe profissional, querendo ou não, é a equipe principal de um clube. Então a gente precisa ter uma resposta melhor e maior”, destacou a treinadora.

Treinadora

(Foto: Arquivo Pessoal / Camilla Orlando)

 

Shasha

A atacante colorada Shasha vai para a sua segunda decisão de estadual com a camisa vermelha. Em 2017, ela estava do outro lado, com a camisa tricolor. Em 2019, a jogadora tentará reverter seu histórico recente, já que perdeu as últimas duas edições. “Com certeza serve como motivação, porque eu acho que toda jogadora entra em campo para vencer, por mais que o segundo lugar não seja um título tão ruim, nada se compara com o sentimento de ser campeão”, respondeu quando perguntada se serve como uma motivação a mais.

Segundo ela, o clássico não tem favorito e, o fato de ser jogo único, não interfere na preparação. “Independente se fossem dois jogos, teríamos que jogar com a mesma agressividade e intensidade de sempre. Deste modo, acredito que não afeta nós jogadoras”, comentou a atleta.

Inter

(Foto: Mariana Capra / S.C. Internacional)

 

Cobertura da Decisão

Além de toda a cobertura nas redes sociais e no site do Jogando Com Elas, o Clássico Gre-Nal poderá ser acompanhado pela RDC TV, ao vivo, nos canais 24 e 524 da NET. A Rádio Gaúcha também fará a transmissão ao vivo da partida.