Ex-técnico do time feminino do Grêmio analisa o cenário do futebol feminino no Brasil.

Ex-técnico do time feminino do Grêmio analisa o cenário do futebol feminino no Brasil.

15 de junho de 2018 Off Por Jogando Com Elas

Em entrevista, Pedro Klever, ex-treinador da equipe gremista cobra interesse da imprensa em relação ao futebol feminino e projeta visibilidade e espaço para a categoria.

O cenário do futebol feminino vem crescendo ano após ano, tanto no Brasil quanto no mundo inteiro. Um exemplo desse crescimento, foi a implementação da exigência por parte da CBF e da Conmebol que obriga os times a terem uma equipe feminina para a disputa da Copa Libertadores. Esse é um passo importante para que os clubes comecem a investir em times femininos, fazendo com que a modalidade cresça cada vez mais.

Para o ex-treinador da equipe feminina do Grêmio, Pedro Klever, mesmo estando no início, a categoria já possui diversos confrontos atrativos e o nível, tanto das atletas quanto das comissões, está cada vez melhor. Segundo ele, com evolução, paciência e pensamento a longo prazo, o futebol feminino vai ganhar visibilidade e espaço na mídia. Ele ainda complementa dizendo que, assim como os times femininos estão começando de baixo, os masculinos passaram pelo mesmo caminho, e que o alto investimento que temos hoje é devido a visibilidade que a categoria já possui.

De acordo com Pedro, existe uma falta de interesse e conhecimento por parte da imprensa para o cenário do futebol feminino. Segundo ele, existe pouca procura e, na maioria das vezes é para saber de resultado, e não sobre projeto e estrutura. “O futebol feminino hoje precisa de uma visão mais ampla, para que quem vá consumir o futebol feminino entenda de uma outra forma como funciona o processo e a função das atletas”, completou Pedro.

Pedro entrou no Grêmio em 2015, como auxiliar nas categorias iniciais. Na metade de 2017, recebeu um convite de Yura, diretor de futebol da equipe, para integrar a comissão técnica como preparador físico e auxiliar técnico. No início de 2018, assumiu como técnico da equipe feminina, permanecendo até o início de julho.

Para as meninas interessadas em integrar a equipe do Grêmio, entre junho e julho devem ser abertas novas peneiras para a escola de formação que, atualmente possui três categorias: sub-13, sub-15 e sub-17. Inclusive algumas atletas que passaram por essas categorias já treinam com a equipe principal.